Chico Brito e prefeitos da região recebem ministro da Saúde

O prefeito de Embu das Artes e presidente do Consórcio Intermunicipal da Região Sudoeste da Grande São Paulo (Conisud), Chico Brito, recebeu, na segunda-feira, 12/5, em seu gabinete, o ministro da Saúde, Arthur Chioro e seus assessores, juntamente com os prefeitos das oito cidades que compõem o consórcio e secretários municipais de saúde.

Durante a reunião, o Consórcio apresentou as demandas de caráter regional para o ministro, os prefeitos colocaram suas demandas específicas e todos ressaltaram o impacto positivo do Programa Mais Médicos em suas cidades.

“A vinda de um ministro, que tem um Brasil inteiro para tomar conta, até Embu das Artes, mostra a necessidade de uma integração entre o Governo Federal, Estadual e Municipal, para que se possa achar a solução para diversas demandas, incluindo para duas que foram levantadas nesta reunião: os exames laboratoriais e o aumento de leitos na nossa região. Cada cidade é responsável por uma câmara técnica dentro do Conisud. Os problemas são individuais, mas as soluções são coletivas”, disse o prefeito Chico Brito.

Segundo o ministro, existe um grande esforço para se trabalhar junto com os municípios. “Vai sempre existir um esforço para melhorar os atendimentos e as atividades na saúde. Estamos visitando regiões para isso”, disse Chioro.

Uma boa notícia para os gestores é que, segundo o ministro, as emendas parlamentares, a partir deste ano, passarão a ser obrigatórias e com destinação de 50% para a Saúde. “Vai ser pago se o projeto for tecnicamente viável”, informou. As regiões deverão apontar suas prioridades, aprovar na Comissão Intergestores Regionais (CIR), anteriormente denominadas Colegiados de Gestão Regional (CGR) e Comissão Intergestores Bipartite do Estado de São Paulo (CIB) para que o legislativo faça as indicações de acordo com estas priorizações.

Mais leitos

Sobre a necessidade de aumento de leitos para atender à demanda regional, questionou-se a demora na publicação de portarias da Rede da Rede de Urgência e Emergência (RUE) e da Rede de Atenção Psicossocial (Raps) , visto que já estão aprovados pela CIB, e a liberação de recursos para adequações de ambiência do Rede Cegonha e criação de Centros de Parto Normal nas Maternidades de Baixo Risco. O ministro prometeu agilizar a liberação das portarias.

Arthur Chioro comprometeu-se a conversar com o governador Geraldo Alckmin e com o secretário de Estado da Saúde de São Paulo, dr. David Uip, sobre a gestão dos hospitais e quanto à possibilidade de construção do quarto hospital na região.

Ele apontou a necessidade de discussão sobre o perfil, quantidade de leitos e modelo de gestão deste e lembrou que no próximo ano haverá construção do Plano Plurianual, momento ideal para esse planejamento. Outro ponto apresentado, foi a criação de um centro de análises clínicas na região, para agilizar o atendimento aos munícipes.

Também como proposta, o ministro designará um técnico do Ministério para compor Grupo Técnico com Câmara Técnica do Conisud/Consulti e SES.

Faculdade de Medicina

Chioro disse que haverá um segundo edital para que os municípios requeiram a construção de uma faculdade de medicina na região. “Se vocês fizerem um projeto regional, aumentam as chances de conseguir os recursos”, orientou. De acordo com o ministro, Taboão da Serra solicitou mas não foi aprovado, pois fez o pedido sozinho. O presidente do Conisud afirmou que o Consórcio fará o projeto e a solicitação será regional.

O Ministro da Saúde fez elogio à construção coletiva da região: “Apoiamos o fortalecimento regional. O olhar de singularidade das regiões é uma diretriz da presidenta Dilma”, falou.

“Essa reunião só mostra a qualidade do trabalho realizado na região, a união do consórcio. Isso está trazendo uma melhoria na qualidade de vida para a população da região. Os encaminhamentos feitos pelo ministro foram de grande valia”, disse a secretária de Saúde de Embu das Artes, Sandra Magali Fihlie.

Mais Médicos

O Programa Mais Médicos contempla a região com um total de 67 médicos, expandindo a assistência em saúde para mais de 230,9 mil pessoas, visto que cada equipe do Programa Saúde da Família (PSF), ao qual estes médicos estão vinculados, tem capacidade de cobertura de até 3.500 famílias. Apenas em Embu das Artes já são 20 médicos. Além disso, a região terá 100% da sua demanda atendida pela iniciativa do Governo Federal. O programa Mais Médicos, no geral, irá impactar na assistência em saúde 49 milhões de brasileiros.

Desde o início do Programa, a presença dos profissionais que estão em atuação em todo o País, já traz resultados positivos na assistência à população. Um levantamento do Ministério da Saúde feito em municípios que receberam os profissionais do Mais Médicos mostrou que, em novembro de 2013, houve um crescimento de 27,3% no atendimento a pessoas com hipertensão, em comparação com o mês de junho do mesmo ano, antes da chegada dos profissionais.

Além da ampliação imediata da assistência em atenção básica, o Mais Médicos prevê ações estruturantes voltadas à expansão e descentralização da formação médica no Brasil. Até 2018, serão criadas 11,4 mil novas vagas de graduação em medicina e mais de 12 mil novas vagas de residência médica.

Participaram do encontro os prefeitos Erlon Chaves (Itapecerica da Serra), Clodoaldo Leite da Silva (Embu-Guaçu), Fernando Seme Amed (São Lourenço da Serra), Francisco de Araújo Melo (Juquitiba), Roberto Rocha (Vargem Grande Paulista), Dra. Raquel Zaicaner (representando o Prefeito de Taboão da Serra, Benedito Simões (representando o prefeito Carlão Camargo, de Cotia), a secretária de Saúde de Embu das Artes, Sandra Magali Fihlie, Brígida Sacramento, assessora da Secretaria de Desenvolvimento Metropolitano do Estado de São Paulo, o vereador João Leite e demais secretários e assessores das cidades presentes.

 

Cidades Consorciadas 
 
Revista do PPA Regional Participativo 

 

                    TV Conisud

 

 


 


 


Rua: Minas Gerais, Nº. 58 - Pq. Paraíso
Itapecerica da Serra - SP

Conisud


Equipe
E-mail: conisud@conisud.sp.gov.br
Telefone: (11)4385-0946


A reprodução do conteúdo deste site poderá ser feita desde que citada
a seguinte fonte: extraído do Portal do Conisud