Mural Digital

O trabalho de combate à proliferação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da Dengue, Febre Chikungunya e do Zika Vírus não para em Taboão da Serra.
NO sábado, 19, para evitar que o mosquito deposite seus ovos, que duram em média doze meses, profissionais da Saúde, Secretarias Municipais e a Defesa Civil, através da Operação Cata Bagulho, foram às ruas do Parque Pinheiros.

Ações de conscientização, através de material institucional, foram distribuídos exemplificando que uma simples atitude como não deixar água parada em pneus, garrafas, vasos de planta e manter caixas d´água cobertas, evitam a proliferação do inseto. “O resultado foi positivo porque estamos conseguindo levar ao conhecimento da população a importância de se manter os locais limpos para evitar que o mosquito deposite suas larvas”, comentou a secretária de Saúde, Dra. Raquel Zaicaner.

Em 2016, os bairros do Ponte Alta, Jardim Record, região do comércio da Kizaemon Takeuti e Jardim das Margaridas já foram monitorados e vistoriados pela Prefeitura de Taboão da Serra. “Não podemos pensar apenas em nós, temos que ter cuidados com as gestantes, idosos e crianças também. Por isso esse trabalho de conscientização dos agentes é importante, porque dessa maneira aumenta o poder de cobertura e combate ao mosquito”, comentou Priscilla Novaes, que trabalha em Taboão, mas mora em São Paulo.

É importante ressaltar que desde 2013 a Secretaria de Saúde realiza ações no município de combate ao Aedes Aegypti, e nesse mutirão do Parque Pinheiros a Defesa Civil com o Cata Bagulho retirou mais de 30 caminhões com objetos em desuso deixado pelos moradores nas ruas. “A ação do Cata Bagulho contribuiu muito porque qualquer objeto abandonado pelas ruas ou dentro de casa vira um foco para que o mosquito deposite seus ovos”, disse o morador do Parque Pinheiros, Marco Antônio.


Blitz:
Paralelo ao mutirão do Parque Pinheiros aconteceu no Shopping Taboão na sexta-feira, 18, e sábado, 19, uma blitz para ampliar a divulgação de como se deve combater a Dengue. “O Shopping Taboão é um lugar movimentado, por isso é importante que faça a divulgação e ajude a combater esse problema sério que pode até levar a morte”, ressaltou a moradora do Intercap, Aline Melo.

Bloqueio:
Já no Jardim Clementino, agentes da Zoonoses e da saúde realizaram um bloqueio visitando residências e eliminando possíveis criadouros manualmente. Essa ação acontece durante a semana e aos sábados devido ao termo de adesão que o município assinou com o Governo do Estado. “Esse é um programa de incentivo a campanha “Todos juntos contra o Aedes Aegypti”, onde o estado repassa uma verba de R$ 120,00 reais por agente a cada sábado trabalhado. Vamos para as ruas com aproximadamente 85 agentes para realizar esse bloqueio”, explicou a secretária de Saúde, Dra. Raquel Zaicaner.

Disque Dengue:
A Prefeitura de Taboão da Serra também criou o Disque Dengue. Através do número 4788-5609 os moradores podem entrar em contato para denunciar, alertar sobre casos suspeitos ou solicitar a visita do Centro de Controle de Zoonoses. O atendimento deste serviço é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

 

Fonte: www.taboaodaserra.sp.gov.br

 

                    TV Conisud

 

 


 


 


Rua: Minas Gerais, Nº. 58 - Pq. Paraíso
Itapecerica da Serra - SP

Conisud


Equipe
E-mail: conisud@conisud.sp.gov.br
Telefone: (11)4385-0946


A reprodução do conteúdo deste site poderá ser feita desde que citada
a seguinte fonte: extraído do Portal do Conisud